domingo, 17 de outubro de 2010

SWU

Nos dias 9 e 10 de outubro tomei o rumo de Itu, interior aqui de São Paulo, pra curtir o Festival SWU, inicialmente batizado de Woodstock Brasil. De Woodstock não teve nada... nem a lama, o que, aliás, não fez falta nenhuma!Hehe A organização parecia estar mais preocupada em confiscar os pacotes de biscoito das mochilas da galera que fazia uma loooonga fila nos portões de entrada, que ajustar o trânsito pra evitar que esse mesmo público tivesse que andar minutos a fio até a beira da rodovia pra TENTAR chegar em casa...

Pois é, a organização do evento no que se refere a estrutura para o público foi sofrível em quase todos os aspectos, pelo menos no primeiro dia. Soube que quem acampou enfrentou filas de 3h pra tomar um banho, e que a única torneira disponibilizada pra todo campping foi retirada na calada da noite do primeiro pro segundo dia...

Muitas foram as mancadas: tickets pra comprar bebida e comida que só serviam pra aquele mesmo dia (de uma imbecilidade irritante isso), insuficiência de fichas nos caixas, insuficiência de comida nos restaurantes quando o show principal acabava, filas enormes pra entrar em função de uma revista lenta e desnecessariamente minuciosa, ausência de sinalização pra indicar palcos, banheiros, entrada da Pista Premium etc etc., Pista Premium mal planejada e excessivamente apertada e, claro, a jornada que foi conseguir voltar pra casa no primeiro dia...

Poderia ficar aqui falando de todos esses problemas e de como todos eles me afetaram e me irritaram, especialmente quando paro pra pensar no quanto paguei pelos ingressos, mas não é minha intenção... na verdade o primeiro dia teve episódios caóticos, mas o segundo foi melhor nesse aspecto, ainda porque eu estava na Pista Premium, o que alivia um bocado as coisas... infelizmente você tem que se submeter ao assalto que é o valor de um ingresso Premium pra ter um pouco mais de tranquilidade.

Mas o que o SWU pecou em estrutura não pecou na produção dos shows. A pontualidade foi britânica! Uma banda saia de um palco, quase imediatamente depois a outra subia... eu soube que no terceiro dia de Festival (não fui) o Queens of the Stone Age demorou 1h pra subir, mas isso deve ter sido marra dos caras... não sei... do que posso falar, que foram os dois primeiros dias, não tenho queixas quanto a pontualidade.

Quanto ao som não posso dizer o mesmo. Não sei se por causa do vento, por ser o espaço uma fazenda no meio do nada, isso afetou o volume da parada, o fato é que se você não estava na Pista Premium o som deixava muito a desejar lá atrás... ouvi Los Hermanos baixinho, uma afronta aos fãs! O show do Rage Against the Machine também ficou comprometido pela qualidade do som, enfim, deveriam ter colocado umas caixas voltadas pra galera de trás, mas não fizeram... fico puta com som baixo, puta!!!

Bom, mas quando o assunto são as bandas que se apresentaram, a coisa melhora bastante. Quase todas as apresentações que vi deram muito bem o seu recado... qualidade lá no alto! Em minha humilde opinião, posso destacar os shows do Mutantes, Rage Against, Joss Stone e Dave Mathews. Pra mim foram os mais legais. Vou tentar fazer um resuminho do que vi e ouvi nesses dois dias de SWU:

Dia 09/10/2010

MUTANTES
Tocaram muitos hits... eu adorei aquilo!!! Chegamos, tentamos ver a Mallu Magalhães no Palco Oi (eu não fiquei vendo) e depois de um tempo na fila pra comprar as tais fichas, corremos pro palco principal e fomos recepcionados por "Top Top". Como não vibrar? A banda, mesmo com uma formação longe da original, segurou a atenção e colheu muitos aplausos do público, inclusive os meus... aliás, eu resolvi comprar ingressos pro dia 9 quando anunciaram o show dos Mutantes, eu nem sabia que o Los Hermanos ia tocar, isso já denota o meu interesse pelo show, né?! E eles não desapontaram!!!

LOS HERMANOS
Dispensa comentários!!! O som estava ruim, eu estava longe do palco, mas eu sou completamente apaixonada pela música dos caras, então cantei cada canção, uma a uma, gritando o mais alto que o meu pulmão permitia... uma horinha de show, mas foi lindo, festival é assim mesmo! ;)

THE MARS VOLTA
Sinceramente? Nunca tinha ouvido falar dos caras. O estilo de rock da banda não é meu estilo de rock preferido, enfim, não é o tipo de som que toca no meu IPod, longe disso, então durante o show deles eu fiquei batendo papo e bebericando uma cervejinha e outra... como música de fundo pra roda de bate papo os caras mandaram muito bem! kkkkkkkkk

RAGE AGAINST THE MACHINE
A galera que eu tava era formada por fãs do Rage, embora eu passe longe disso... foi legal ver a empolgação deles quando a banda subiu pro palco... eu olhava as pessoas em volta e tinha neguinho chorando, se abraçando, sabe... uma onda! A música é beeem pesadinha, o que foge do meu gosto musical pelo rock, mas gostei do que vi e me surpreendi bastante com a apresentação... a banda estava EMPOLGADÍSSIMA e o som forte contagiava mesmo... pulei horrores, mesmo porque no show do Rage se você não pula você toma porrada de tudo que é lado, né... kkkkkkkkkk Então posso dizer pra vocês que acho que assisti uma das melhores apresentações do SWU e digo isso mesmo não sendo fã da banda, imagina pors fãs o que aquilo não foi!

Dia 10/10/2010

JOTA QUEST
Era uma vez a adolescência, quando eu ouvia Jota Quest... já deu, né Flausino? Se não fosse o Nando Reis e sua “Do Seu Lado” vocês nem teriam tirado os pés da galera do SWU do chão... tudo bem que o show foi cedão, nisso acho que acertaram porque, de certa forma, tava todo mundo chegando e tals... mas é um show totalmente dispensável do Festival. Pronto, falei!

CAPITAL INICIAL
Dinho, meu filho... O QUE FOI AQUILO??? Que showzinho de merda... medíocre! Dispensa meus comentários, na boa... foi uma bosta aquilo! Acho que esqueceram de avisar pra você que festival de rock não é lugar pra promover música nova, ou então você deve ter batido com a cabeça muito forte mesmo quando caiu daquele palco... #mulhermelhore

SUBLIME
Me amarro nesse sonzinho “ska”, sabe?! Ô negocinho gostoso... a tarde caía, a cervejinha descia e o Sublime mandava aquelas músicas boas de sacolejar... eu gostei bastante. Mas é um show “ok”, sabe?! Naaaada empolgante... é aquilo ali do começo ao fim e acabou. Destaque pra "Santeria", claro! Onde a galera cantou junto e deu uma mudada no cenário paradinho da banda... foi bem legal!!!

REGINA SPEKTOR
Muuuuuuuuuuito conceitual. Show pra Bourbon Street, no mááááááximo Via Funchal, mas tudo bem… ela tem seu valor, e como tem. Mas num festival de rock, hum... fiquei surpresa que a galera aplaudiu bastante. Eu fiquei só de longe, observando, e na maior parte do tempo batendo um papinho, mas acho que numa outra circunstância eu teria curtido mais aquele som. Quem sabe no futuro?

JOSS STONE
O que foi aquilo, gente?! A mulher canta demais, cê é doido??? Já entrou rasgando e conquistou todo mundo com uma simpatia digna do brasileiro...hehe Fiquei o show inteiro hipnotizada naquele som, balançando o corpo no ritmo delicioso do soul... a banda também era um arraso, toda justinha, cheia de curvas... nossa, uma delícia mesmo... fiquei com gostinho de quero mais, tai um show que se voltar a SP eu vou querer assistir... ela mandou MUITO bem!!!!!!

DAVE MATHEWS
Fazia muito tempo que eu não escutava nada do Dave Mathews, mal lembrava dos sons... a única que eu lembrava pra valer eles não tocaram (#41), mas confesso que eles também me surpreenderam. A banda estava afinadíssima e os solos eram bastante intensos, impossível ficar parado... o baterista é um ANIMAL [sim... ele fez bolinha de chiclete! ;)], o cara toca muito e foi responsável por um longo solo de bateria... sensacional! Na verdade, a banda inteira toca muito, e Dave me parecia bastante envolvido com o show, vibrante daquela maneira dele, sabe?! Foi a primeira banda do Festival a voltar pro bis, e não decepcionou... acho que se um dia eles voltarem a SP comprarei um ingresso pra ver aqueles músicos juntos mais uma vez. Vale a pena!

KINGS OF LEON
Pra mim era o show mais esperado. ADORO a banda, principalmente os primeiros CDs, mas... decepcionaram. Tô dando minha opinião, ok?! Show parado, nada vibrante, sem passear direito por todos os álbuns, o que eu acho um erro quando se toca num festival, especialmente quando se trata de uma banda de fora que não toca muito no Brasil, enfim... acho que eu criei expectativas demais... não to dizendo que foi ruim, LONGE DISSO! Caleb estava uma simpatia, a banda tem um entrosamento legal, as músicas são boas, mas faltou aquele “borogodó”, sabe?! O Dave Mathews tinha acabado de fazer um show “incendiante” pra mim, aí os caras entram muito “retos”, sabe?! Faltou aquela postura rock´n roll, aquele tom mais rasgado de voz, aquele domínio do público... faltou isso... li críticas que atribuíram a performance deles ao público “coxinha”, bem comum em festivais, isto é, uma galera que não necessariamente curte aquela banda, mas está ali pelo todo, então acaba esfriando a apresentação de quam tá em cima do palco. Se foi isso ou não, não sei. Sei que saí do show com gosto de quero mais e voltei pra casa um pouco frustrada...

Bom, entre acertos e erros, surpresas e decepções, valeu a pena ter estado no SWU. Claro que enfrentar um festival de rock à beira dos 30 não é como enfrentá-lo aos 20 (leia-se, Rock In Rio III), mas o rock´n roll ainda pulsa muito forte nas veias e é sempre muito gostoso participar de eventos como esse. Se ano que vem rolar mais uma edição, por que não?! ;)

Abraço, galera! Seguem algumas fotos...



2 comentários:

Nara Viana disse...

ameeeeeeeeeeeeei o post! muito bem escrito (como sempre), com críticas construtivas e informações precisas. Parabéns, amiga!

p.s: ameeeeeeeeeei o comentário sobre o capital inicial. bateu muito forte a cabeça naquela queda, foi massa! kkkkkkkkkkkk

Priscila disse...

Olha, faço gosto da palavras da minha amieega Paulete malukete! Estou de acordo com todos os dizeres. Fiquei verdadeiramente fã do The Mars Volta, e como não falar do DMB sem ser redundante?? Amo pra caralho a Banda que já embalou momentos deliciosos em minha vida! A unica reclamação adicional que faço é o fato de termos estado no mesmo lugar e não nos encontrarmos...fala serio! Acho que estávamos muito loucos (o thi e eu)explorando todos os lugares do evento...
Amo você e o seu Blog é mooito excândalo nega! Beijos cheios de saudades!!!