sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Paul in Brazil

Aracaju, 2005. Não lembro se eu ganhava R$700,00 ou R$1.000,00 na época... mas lembro como se fosse hoje do meu irmão Justino me ligando e dizendo: “Seguinte. O Paul McCartney vai sair em turnê de novo pelos EUA. É nossa chance de ver o cara. Já falei com André [meu outro irmão] e a gente vai... você também vai, a gente vai dar um jeito... e então, você topa?”. Eu não fazia a menor idéia de como eu ia conseguir dinheiro suficiente pra comprar passagens, ingresso, pagar hotel etc etc... mas instantaneamente eu disse “Sim!!!”.

E assim começou a nossa “Magical Mystery Tour” que teve destino à Tampa, Flórida, em setembro de 2005. Como eu consegui ir??? Minha então cunhada fez um empréstimo pra mim no Banco do Brasil, sim, porque nem crédito eu tinha pra conseguir um empréstimo, né?! Fiquei um ano gastando mais da metade do meu salário pra pagar o empréstimo, mas valeu muito a pena... foi o momento mais emocionante da minha vida... costumava dizer que pra superar aquela mágica que aconteceu quando vi Paul subindo no palco, só quando eu tivesse um filho, mas parece que antes disso aquela mágica vai acontecer de novo... e por três incríveis vezes!

Foram muitas e muitas especulações... eu mesma havia falando disso aqui no Tolices antes, quando um colunista da Veja publicou que a produção de Paul estava em negociação para shows no Brasil... o fato é que as negociações existiam mesmo. Li que foram 4 (!!!) anos de negociações pra que o beatle mais carismático e galanteador do quarteto pisasse novamente em solo brasileiro. Sorte a nossa!

Recebi a notícia de shows aqui com um certo ceticismo. O Sport Clube Internacional anunciou, o São Paulo Futebol Clube também, mas pra mim, depois de tanta expectativa em vão, de tantos rumores, aquilo não era suficiente. Uma galeeeera vinha falar comigo “Tá sabendo???? E aí, vai rolar???” como seu eu fosse da produção do cara... kkkkkkk No fundo no fundo, eu sabia muito pouco, nada mais do que o que todo mundo sabia. Foi quando o site oficial de Paul confirmou as datas no Brasil. Shows em Porto Alegre e São Paulo. Eu já queria chorar só de ver aquela tela... surreal!!!!!!!

http://www.youtube.com/watch?v=rUWIjk_IFng&feature=player_embedded

Nem titubiei. Fui direto pro Submarino Viagens pesquisar a melhor opção de voo pra Porto Alegre na época do show. GOL? Ok. Em 15min eu estava com as passagens compradas. E o ingresso? Bom, aí senta porque lá vem a história! :P

Comprar ingressos para os shows no Brasil não foi fácil. Mas eu já sabia disso. Montei com meu irmão, minha cunhada e um casal de amigos também beatlemaníaco um esquema “de guerra” pra conseguir as entradas, e virei consultora de uma porrada de outras pessoas... kkkkkkkkkk

Eu dormi mal, trabalhei mal, comi mais que o normal. Enquanto eu não conseguisse os ingressos pro melhor setor dos estádios eu não estaria em paz... e o trabalho começou bem antes da venda propriamente dita. Eu sabia que minha maior chance estaria nas pré-vendas, ou seja, na venda da cota dos organizadores/patrocinadores. Em Porto Alegre, teriam o privilégio da compra na prévia os sócios do Internacional e os assinantes dos jornais do Grupo RBS.

Foi um tal de liga pra um, liga pra outro... Só Jesus! Lembrei logo dos meus amigos Gustavo Barreto, aracajuano, mas morador de POA, e das primas Dani e Cristiane Todeschini, moradoras de Aju, mas oriundas de Bento Gonçalves. Se eu fosse contar todo rolo que foi pra que essa compra se efetivasse eu ia cansar vocês... mas acreditem: FOI UMA LOUCURA! Pra vocês terem uma idéia, no final das contas eu tinha 2 opções: comprar via Eliria, prima de Cristiane e Dani e assinante do Jornal Zero Hora, ou comprar pelo irmão do namorado de Dani, sócio do internacional. Nesse caso, após uma tentativa frustrada de comprar via sócio do Inter, a assinante da RBS me salvou: às 8:07h eu estava com os Gramados Premium comprados, não só o meu, mas o dos amigos. Em minutos o Gramado Premium estava esgotado!

Pros shows de São Paulo a pré-venda foi destinada aos portadores dos Cartões Bradesco e American Express. Naturalmente eu não tinha nenhum dos 2, né?! A coisa tem que ser na dificuldade mesmo... mas vumbora lá. A vítima da vez foi meu pai, vulgo “Seu Mumu”. Quem conhece sabe que “o véio” não é moleza, né?! Eu e meu irmão André disputando pra ver quem ia ter a difícil missão de convencer meu pai a ceder o Amex dele... nenhum dos 2 estava afim de ouvir todos os berros que meu pai ia proferir no telefone, principalmente quando soubesse o valor que a gente estava disposto a gastar por aqueles tickets... Bom, respirei fundo e liguei, então depois de muitas palavras como “extravagância”, e com uma certa resistência, ele liberou. Uhuuuuuuuu!!!!! Primeira etapa superada.

Pro primeiro show de SP acho que São Lennon e São Harrison ajudaram, viu?! Foram 4 tentativas pra que eu conseguisse comprar as Pistas Prime. Na primeira o site recusou meu CEP, embora estivesse correto. Voltei tudo e aí consegui comprar... ARQUIBANCADAS!!! Esqueci de selecionar Pista Prime... a compra finalizou errada... só vi depois, meu Deus que desespero!!! A mão tremia, o coração mergulhado naquela água gelada, sabe?! Voltei tudo mais uma vez pra terceira tentativa, e quando cliquei pra finalizar veio a mensagem: “Só é permitida a compra de 6 ingressos por CPF”. Claaaaaaaaro, com a compra das 5 arquibancadas (que ódio!) eu não podia comprar mais do que 1 entrada... pense rápido, Paula... rápidoooo!!! Bom, iniciei a quarta tentativa usando o cadastro que eu criei pra Eliria, lembram dela? A prima de Cristiane e Dani que me ajudou a comprar os ingressos de POA... pois é, finalmente na quarta tentativa o site confirmou meu pedido. Eliria pé quente, viu?! ;) Não demorou 10min pra Pista Prime esgotar!!!

Pro segundo show a sorte já estava cansada de mim. Hehe Seu Mumu engrossou o discurso e vetou qualquer possibilidade de usar o Amex dele. Sem o Amex do papai, o jeito foi minha cunhada Kaká entrar em campo e descolar alguém suficientemente louco pra nos ceder seu cartão de crédito, seus dados etc etc... Acontece que ela não conseguiu uma pessoa... conseguiu duas!!! Kkkkkk Nossa amiga, e cliente Bradesco (amém!), Dani Todeschini e uma Tia de Kaká, cliente Amex. Primeira fase superada, “vâmo pra guerra”!!!!

Infelizmente dessa vez tava tudo errado... tudo congestionado, tudo louco... foram 2 horas sem que a compra completasse, várias e várias tentativas... a gente não sabia se a Pista Prime tinha acabado, as informações eram desencontradas... meus telefones não paravam de tocar... Tamar e Liquinho no TIM, Kaká no Vivo, que adrenalina... num súbito de boa vontade do site, por volta de 2h da manhã, eu e Kaká, ao mesmo tempo, acabamos comprando ingressos pra “Cadeira Coberta Vermelha”, nossa segunda opção depois da Pista Prime. Melhor sobrar do que faltar, né não?! E confesso que só consegui fazer a compra depois que meu amigo André Barreto me avisou no Twitter que a senha pras compras do fã clube do Paul tinha vazado... acabei comprando na opção do fã-clube mesmo.

E assim, meu caros, consegui garantir meus ingressos para ver todos os shows do Paul aqui no Brasil. Exagero??? Extravagância??? Loucura??? Pra mim não é NADA disso... sou apenas uma fã, grata por ter descoberto Beatles aos 14 anos, Por eles terem me aberto a cabeça pra tanta, tanta coisa... sou uma pessoa melhor e mais inteligente porque descobri e me apaixonei perdidamente por Beatles, nada mais justo do que me sacrificar um pouco pra ver aquela mágica acontecer de novo, ali na minha frente, agora ainda mais perto. Vai ser incrível...

E peço licença a quem por aqui passa, seja pra ler ou pra dar uma olhada breve, para escrever em muitos dos posts seguintes sobre Paul e o show. Quero falar da turnê, do set list, do Wings, da minha expectativa e preparativos, etc etc. Quem não dá a mínima aguarde, quem sabe 10 dias depois do último show em São Paulo eu possa voltar ao normal e escrever sobre outras coisas? :P

Até o próximo post!!! ;)

2 comentários:

Tamar disse...

Senti a emoção em cada fase desse post! E eu que duvidava que a gente fgosse conseguir ver um show dele juntas! Chega logo, Paul!!!! Amo, amiga!

Marcus disse...

Parabens, agora falta a resenha do show!