sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Uhu Aracaju!!!!

No último final de semana, mais especificamente entre as últimas horas da noite de quinta (19) e as últimas horas da tarde de terça (24), estive no que chamei de minha 1ª temporada em Aracaju.

Como foi bom voltar a Buracas depois de praticamente 7 meses longe de ‘casa’, se considerarmos que parti pro RJ dia 02 de maio, embora só tenha chegado a SP, meu destino final, dia 30 do mesmo mês.

A impressão que eu tive era de que nunca tinha saído dali... as ruas, os lugares, as pessoas... ainda que tenha visto coisas novas como a reforma do farol perto da Unit, alguns restaurantes e aquela empreitada (sempre furada) de Fabiano Oliveira, Aracaju tinha aquele mesmo “cheiro” pra mim, e imediatamente me adaptei aquele contexto, deixando de lado a rotina paulistana.

Confesso que ao pousar, saindo da loucura que é Congonhas, sorri ao ver nosso indefectível aeroporto (se é que podemos chamá-lo assim)... fico impressionada como o Governo do Estado ainda não tenha ‘batido o pé’ junto a Infraero pra dar uma cara digna ao cartão de visita do nosso Estado, mas... tudo bem... era bom estar ali e ver aquelas carinhas me espiando do outro lado do vidro, uma sensação tão boa que só aqueles corajosos que colocam a mochila nas costas e partem sabem como é...

Direto pra um dos meus lugares preferidos na cidade, o Boteco/Ferrero, comi uma coxinha de caranguejo pra matar as saudades, e a estada foi praticamente toda assim: um homicídio à saudade! Meus sobrinhos, minha mãe, meu pai, meu irmão, minhas tias, minhas amigas, meus cantos preferidos na cidade... tudo era bom!!! Até voltar a dirigir foi sensacional!!! Kkkkkkk E aquele banho de mar debaixo do sol escaldante??? Aquele banho de mar foi absurdo... recarregou minhas baterias total!!!

Infelizmente o tempo é insensível e me pareceu bastante impaciente nos dias em que finalmente voltei pra casa... não consegui ver alguns amigos e parentes que me são muito caros, poucos, é verdade, mas como uma amiga que mora a mais tempo aqui em SP me disse, “Esqueça isso... a cada volta há menos estardalhaço e menos pessoas com tempo disponível pra te ver”, e se dessa vez já encontrei uma paisagem assim, imagine nos meses e anos que virão... faz parte, né não Kleber Bambam???

Mas o saldo desses dias de curtição foi positivo, sem falar dos dias de trabalho, mais positivos ainda, fiquei muito contente e as expectativas são as melhores pra 2010. Espero voltar em breve a Aju, aliás, a verdade é que com a aproximação das festas de final de ano a 2ª temporada já está garantida... ;)

Com esse primeiro retorno pude constatar que estou adaptada a SP, mas só cheguei a essa conclusão ao chegar aqui na volta! Afinal, é CLARO que me questionei em algum momento enquanto estive em Aracaju do porquê de trocar aquela vida boa, cercada – absolutamente cercada – de amigos e da minha família, de um emprego razoável, do trânsito tranquilo, pela loucura e agitação da vida, ‘a pé’ em SP. Entretanto, tenho projetos ambiciosos e ao voltar pra minha casa, pra minha rotina, não senti arrependimento ou vontade de voltar a Aju, a não ser que seja a passeio, claro! :p

Me sinto maior a cada dia aqui, SP te propicia isso, fato!!! E nem tô falando dos inevitáveis quilos adquiridos, viu?! Por falar nisso, não posso deixar de registrar o susto de uma parte da galera ao me ver em Aju, né?! kkkkk É gente, engordei mesmo... frio, ansiedade, adaptação... é isso aí... era esperado... e em 2010 tudo se corrige, ou alguém duvida do poder que as minhas promessas de ano novo têm??? hehe

O fato é que me sinto maior, no sentido de estar orgulhosa por ter estabelecido metas pra mim e de hoje estar correndo atrás delas como um coelho corre frenético atrás da cenoura! Profissional e emocionalmente, o amadurecimento foi inevitável e é progressivo... isso não tem preço... só por esses 6 meses aqui em SP já teria valido a pena toda reviravolta na minha vida, posso imaginar tudo que estar por vir...

3 comentários:

Sustenta Essa Idéia disse...

Ai Paula...Sabe que eu me vi em tudo que escreveu, não? Porque era assim que me sentia em SP, cheia de metas a seguir e cumprir..e aqui parece que todos os dias são rotinas que nunca se acabam... Mas é isso ai. Adorei o que postou tá?É assim mesmo o começo. A vida é difícil. Foi isso que tirei como lição morando em SP.
Então, esse é meu blog. Se gostar, peço que me add...Vou tentar te add tb, eu nunca consigo...rs

Bjos, Nayana.

fefeuff disse...

Já eum Paula, Bento e aio faremos o projeto inverso em que deixaremos o rio pra voltar a ARACAJU , o rio me deu muita coisa boa , mas agora eu busca extamente esta pacifidade de pouco trnasito , nem tanto, dinheiro, mas paz de espirito

NOS VEMOS ORGULHOSAMENTE EM AJU

Anusia disse...

Oi Paula,
Não te conheço mas queria dizer que vc descreveu o que eu estava procurando. Morei muito tempo em Aju e ando com saudades de algumas coisas de lá. Estava exatamente procurando uma receita de coxinha de caranguejo quando encontrei seu blog! hehehe Moro fora do país e sinto muita falta do cheio de Aracaju e de tudo que vc falou! Adorei o seu jeito estilo de escrever! Bye! Anúsia!